Notícia

WHATSAPP PAY

terça, 16 de junho de 2020

WhatsApp lança função para pagamentos diretamente no app

 

O WhatsApp anunciou nesta segunda-feira, 15/06, o lançamento do recurso de pagamentos por meio do aplicativo de mensagens.

A novidade permite que usuários paguem por produtos e serviços, e transfiram dinheiro para outros usuários dentro do próprio aplicativo.

O Brasil é o primeiro país a receber a ferramenta que promete facilitar as transações comerciais no país, e o recurso será disponibilizado gradualmente para os usuários nas próximas semanas. A função também está presente no WhatsApp Business.

Inicialmente será possível realizar pagamentos pelo WhatsApp Pay com cartões de crédito ou débito do Nubank, Banco do Brasil e Sicredi de bandeiras Visa e Mastercard.

 

Como funciona o WhatsApp Pay?

Para enviar dinheiro a outros usuários é preciso configurar o Facebook Pay antes. Em seguida, basta abrir a conversa do contato que deseja enviar o dinheiro e, depois, pressionar em "Anexar" e em "Pagamento". Para prosseguir, você insere o valor e uma mensagem para descrever o pagamento e clica em "PAGAR".

Os usuários têm um limite R$ 1mil por transação e podem receber até 20 transações ao longo do dia com um limite de R$ 5 mil mensais.

O dinheiro é transferido para a conta bancária associada ao cartão de débito do contato a qual o usuário realizou a transação. Só é possível receber a quantia após adicionar um cartão de débito emitido pelos bancos participantes no Facebook Pay. Vale ressaltar que é preciso aceitar o pagamento dentro de dois dias e, caso o usuário não faça, o pagamento retornará ao remetente.

Já no WhatsApp Business, o empreendedor deve habilitar a opção para receber os envios de clientes. É necessário criar uma conta Cielo ou conectar uma conta existente da empresa para receber pagamentos por vendas.

O aplicativo voltado para negócios não possui limite de transações para o comerciante receber pagamentos por vendas de produtos ou serviços.

 

WhatsApp Pay é pago?

Os consumidores são isentos de taxas de transações.

Já os comerciantes que recebem pagamentos desembolsam uma taxa fixa de 3,99% em cada pagamento dos clientes pelo aplicativo normal.

Fonte: Assessoria ACIME